Joia vendida recentemente pelo Flamengo pode render mais R$ 8 milhões ao Rubro-negro

2093

O Flamengo espera lucrar nesta temporada um valor milionário com a venda da cria do Ninho, Lucas Paquetá, que pertence ao Milan. De acordo com o mecanismo de solidariedade da FIFA, o Rubro-negro por ser o clube formador têm direito a uma porcentagem caso o atleta seja vendido.

O meio-campista deixou o Fla em 2018, o clube itlaiano pagou cerca de 35 milhões de euros para comprá-lo. Sem ter se destacado como o esperado na Itália, o jogador está avaliado em 28 milhões de euros (R$ 159,8 milhões). Caso seja vendido por esse valor, Paquetá irá render ao Mengão receber 1,4 milhões de euros (R$ 8 milhões) por ter 5% referente a formação do jogador.

De acordo com informações do jornal italiano Calciomercato, o Benfica está interessado na contratação de Lucas Paquetá. A equipe portuguesa deve intensificar as tratativas no meio do ano, quando a temporada europeia deve retornar após a pandemia do COVID-19, que paralizou os campeonatos por todo o mundo.

Vale lembrar que no início do ano, o meia foi especulado para retornar ao Rubro-negro, porém, não houve um acerto entre as partes. Pelo Flamengo, fez sua estreia pela equipe principal em maio de 2017. Foram 65 jogos e 13 gols com o clube da Gávea.

Paquetá está vinculado ao Milan até 30 de junho de 2023.